VISITE TAMBÉM O NOSSO SITE WWW.LABHORMON.COM.BR

Os riscos da consulta médica “on-line”

-A +A
30 de outubro de 2012 | Por: Lab Hormon

Descobrir uma mancha na pele, sentir uma dor diferente e consultar a internet para conhecer mais sobre o assunto, vem se tornando uma perigosa rotina.

Em alguns minutos consultam-se diversos sites informativos, depoimentos de pessoas compartilhando experiências, diagnósticos, tratamentos, e a pesquisa vira uma verdadeira “consulta on-line”.

Das 63 milhões de pessoas que acessaram a internet no Brasil em 2011, 39% buscavam informações sobre saúde. Em 2012 essas consultas cresceram 6%, de acordo com o Centro de Estudos sobre as Tecnologias da Informação e da Comunicação.

A maior preocupação dos profissionais de saúde, são os riscos pelo excesso de informação que vem acarretando o aumento da automedicação. Automedicação que decorre da autoconsulta, algumas vezes baseada em conteúdos duvidosos mas que os internautas aceitam como verdade.

Com um suposto “diagnóstico”, é simples entrar em algum site de pesquisa e saber que o remédio pode ser tomado.

É importante ressaltar que, na internet, há notícias médicas genéricas, não um caso específico, bem como, há relatos de experiências pessoais que não são iguais às dos internautas.

Em um espaço como a Internet, qualquer pessoa pode registrar aquilo que considera correto, cabe a quem consulta usar o bom senso nessa avaliação.

Tantas informações podem comprometer a consulta médica, uma vez que o paciente confunde seus sintomas com os sintomas sugeridos pelos sites, sem falar que diversas doenças possuem sintomatologia semelhante. Motivo pelo qual, é indispensável a consulta presencial, a avaliação clínica, o histórico do paciente e o acompanhamento através de exames laboratoriais.

Uma dica é consultar sites de médicos conceituados, clínicas, sociedades médicas, associações e universidades, estas possuem um conteúdo que oferece maior credibilidade.

É importante fazer comparações entre as diferentes fontes, mas, nada dispensa uma boa conversa com o médico para esclarecer dúvidas, solicitar os exames necessários, e só então, confirmar um diagnóstico e estabelecer o melhor tratamento a ser seguido.

Deixe um comentário


Lab Hormon | Central de Atendimento: 11 4433-3233 www.labhormon.com.br
Agência Digital Pulso