VISITE TAMBÉM O NOSSO SITE WWW.LABHORMON.COM.BR

Sobre Corpos e Cangas

-A +A
06 de abril de 2015 | Por: Lab Hormon

Tenho uma sobrinha muito bonita, que até já trabalhou como modelo.

Mesmo assim, ainda menina, há muitos anos atrás, ela não escapava da pressão sobre magreza e aparência.

A cena que mais ficou marcada para mim foi ela me mostrando como sentar na borda da piscina com a canga, desamarrá-la e sentada, escorregar para a água de modo que ninguém visse o seu bumbum e “suas celulites”. Depois ainda me mostrou a arte de sair da piscina e fazer a mesma coisa.

Uma menina adolescente, linda e já sofrendo com o corpo. Não poder vivê-lo em suas funções naturais e sim como um objeto de escrutínio próprio e dos outros!

No Brasil, vivemos a cultura de desnudar-se o mais possível, em qualquer ocasião. Este é o parâmetro de estar na moda.

OK para quem gosta, mas tanta gente não se sente a vontade com isso e acha que não tem escolha.

Muitas adolescentes não estão preparadas para lidar com os efeitos, olhares, comentários da exposição de seus corpos.

Uma das maneiras de ajudarmos nossas jovens é dar para elas tempo e espaço para aprender como habitar seu corpo adulto e ensiná-las a se defender da padronização.

A natureza criou uma infinidade de formas, não temos que nos confinar a um único modelo, muito menos nos colocarmos na “vitrine” a cada momento.

Meu corpo é assunto meu!”

Elisabeth Chulman Wajnryt

Psicóloga, Psicanalista, Especialista em Transtornos da alimentação.

elisabeth@felizes.net

www.felizes.net

Facebook e Linkedin: Elisabeth Wajnryt

Deixe um comentário


Lab Hormon | Central de Atendimento: 11 4433-3233 www.labhormon.com.br
Agência Digital Pulso